Primeira Semana com Dr Wang

Conheci o Dr no sábado passado, apenas 3 dias depois da minha chegada. Tinha acabado de conseguir apartamento, o que me deixou mais tranquilo para começar no estágio. A clínica do Dr Wang é localizada em subúrbio no noroeste de Beijing e levei quase uma hora de metrô para chegar lá. Pode parecer estranho, mas é situada no meio de um conjunto de prédios e a clínica nada mais é na verdade do que um apartamento térreo. Ele atende somente três dias por semana, às terças, quintas e sábados.

 

Primeiro, um pouco sobre a história do Dr Wang Ju Yi. Ele é membro da primeira turma da Beijing University of Chinese Medicine (BUCM) em 1962. Praticante de Medicine chinesa há quase 50 anos, trabalhou por três decadas no Hospital Xuan Wu em Beijing e editou o períodico Acupuntura Chinesa, ou Zhong Guo Zhen Jiu. Auxiliado por seu aluno Jason Robertson, escreveu o livro Applied Channel Theory in Chinese Medicine, que compila suas técnicas e obra. É um livro excelente, muito bem escrito e para quem gosta do assunto, um verdadeiro deleite. É sem dúvida uma das melhores obras sobre medicina chinesa que já li.

 

Voltando agora à sábado, Dr Wang impressiona primeiramente pelo seu porte físico. Com aproximadamente 1,80m é bem mais alto do que a maioria dos chineses. Foi muito bem recebido por ele. É um sujeito muito bem humorado, de aperto de mão forte e fala calma. Me perguntou sobre minha experiência na área e diante da resposta disse que poderia aprender muito com ele. Chineses são assim, não possuem falta modéstia e falam as coisas de forma bem franca. Dei à ele um recado de Phillipe Sionneau, acupunturista francês e autor de livros, que tive o prazer de conhecer dois meses antes em um seminário sobre dermatologia. Pediu me que agradecesse os cigarros que Dr Wang lhe deu. Ele riu e me disse que lhe avisasse que tinha mais cigarros esperando por ele.

 

Nesse dia conheci também Mei Li, uma americana de origem chinesa que foi quem me passou o contado de Wang. Ela é sua tradutora e também trabalha em uma importante editora de livros sobre Medicina Chinesa.

 

Foi um breve encontro, mas pude logo perceber que do alto de seus 74 anos de idade, Dr Wang conserva uma mente afiada e uma energia muito forte. Sua presença é de fato muito marcante.

 

Comecei o estágio de fato na terça feira e às 8 da manhã alguns pacientes já se alinhavam para receber tratamento. O Dr Wang desenvolveu uma técnica muito interessante de palpação de canais ou os meridianos por onde a energia ou Qi circula. Ele meticulosamente palpa os meridianos buscando anormalidades no canal, avalia os meridianos acometidos e prescreve o tratamento de acordo com suas impressões. Ao contrário de 99% dos acupunturistas chineses, Dr Wang utiliza pouquíssimas agulhas e ainda sim tem resultados muito eficazes. Usa também um sistema diferente de localização de pontos e diz que a precisão da Acupuntura deve ser cirúrgica, feita com muito zelo e atenção. Por várias vezes ele muda o ponto caso não tenha o efeito esperado de uma manipulação.

Dr Wang concentrado na palpação do pulso

Havia outros alunos também. Todos estrangeiros. Jon, um sino canadense que cursa o último ano do curso de Medicina Chinesa, Marcus, alemão, colega de classe de Jon e Federico, experiente acupunturista italiano que está em Beijing terminando seu doutorado na BUCM, além de Mei Li, sua tradutora. Ao final dos trabalhos, Dr Wang nos reunião para uma aula sobre os canais e sua teoria. Sempre que fala, reforça a importância de buscar referências clássicas para a prática clínica. Os livros clássicos no caso, são o Huang Di Nei Jing (Clássico de Medicina Interna do Imperador Amarelo), Nan Jing ( Clássico das Dificuldades) e o Zhen Jiu Jia Yi Jing ( Clássico de Acupuntura e Moxabustão).

 

Dr Wang tem um ar catedrático. Todas as vezes que fala é como se estivesse dando uma aula. Ele é também um grande show man. Gosta de público e de atenção. É muito agradável ouvi-lo falar. Fala sempre de forma simples, mas com ordem e consistência. Após apenas poucos dias posso afirmar que ele é um dos melhores professores que já tive. Gosta dos alunos, de perguntas e não se ofende ao ser confrontado com dúvidas, é muito seguro de si e está sempre de muito bom humor, sendo sempre cordial com pacientes e alunos.

 

Na quinta feira a clínica se torna uma verdadeira torre de babel. Éramos 12 alunos, sendo dois alemães, dois australianos, um italiano, um grego, uma sérvia, um chinês, um canadense, uma americana e também uma brasileira, que estuda acupuntura em uma cidade próxima. Tivemos três horas de aula com considerações sobre o meridiano do Yang MIng, formado por Estômago e Intestino Grosso. A forma clara de Dr Wang é realmente cativante. Munido de um gravador digital estou aos poucos compilando suas aulas e técnicas em casa, tarefa muito trabalhosa mas recompensadora, pois ele oferece várias pérolas em suas palestras. Também adora contar casos engraçados, como de uma enfermeira que batia nos pacientes e que, por não gostar muito dele, só lhe passava os pacientes psiquiátricos. Ou da menina que não comia nada e era muito magra e que depois do tratamento ficou gorda e o procurou pra emagrecer.

Novos amigos: Federico, Mei Li e Jon

Sexta feira fiz uma visita à Federico no hospital de Medicina Chinesa Dongzhimen, que fica à 10 minutos da minha casa de bicicleta. Ele é responsável por mais de 30 pacientes em apenas uma tarde, mas trabalha num ritmo calmo e relaxado. Seus pacientes o adoram. Foi interessante ver o desenvolvimento de seu trabalho de pesquisa, que relaciona asma à problemas emocionais. Falamos em portunholiano, uma mistura de português, espanhol e italiano para que não fôssemos incomodados. Há uma grande guerra de egos nos hospitais de MTC. Os acupunturistas recebem porcentagem por cada paciente e também por cada exame prescrito e é óbvio o conflito de interesses nesses casos. Por isso, Federico pediu me que não usasse jaleco e me apresentou como um amigo ( o que não é mentira). Confesso que senti falta da rotina hospitalar chinesa, algo que só se encontra por aqui. Jon, o canadense, se ofereceu para percorrer alguns hospitais comigo na tentativa de achar algum estágio.

 

 

No sábado tivemos um dia agradável e tranquilo, Vários pacientes e somente eu e Federico de alunos. O ritmo era calmo e eu aproveitei para filmar e fotografar Dr. Wang. Aos poucos vou fazendo minhas compilações e entendendo melhor sua técnica. Após a primeira semana percebi o quanto posso aprender com Wang Ju Yi. Seu conhecimento de MTC é vasto, sua didática refinada e sua técnica, muito apurada.

 

O melhor de tudo é pensar que, pelo longo período que terei junto à esse excelente professor, poderei vivenciar suas técnicas com calma e tranquilidade. Não preciso correr com os estudos e terei tempo para internalizar o conhecimento adquirido. Com tudo isso, fico satisfeito por, após meses planejando a viagem, ter a sensação de ter vindo ao melhor lugar possível. Já imaginava que seria bom, dada todas as referências que tive. Mas chegar aqui e comprovar isso é algo que não tem preço.

 

4 Comentárioa

  1. celso ferreira
    Postado em 07/26/2011 às 18:22 | Permalink

    Betinho, vou acompanhar com interesse seus estudos. Como diria, a tia Adélia, faça tudo com alegria e entusiamo! hoje, passei para minha acunpulturista Elizabet Tozatto o seu blog. Espero que vcs. possam trocar experiências. Prossiga nos seus comentários, pois, como disse um de seus amigos, vc. tem o DOM. bjos, tio Celso

  2. Gerson
    Postado em 07/27/2011 às 11:43 | Permalink

    É isso ai DR.Alberto, estamos aqui torcendo para que o mestre volte
    com o conhecimento e a técnica de seus sonhos. Parabens e sucesso.

  3. Lud
    Postado em 07/28/2011 às 23:46 | Permalink

    Show de bola. esta sendo otimo poder acompanhar seus passos ai e saber como as coisas vao se desenvolvendo. bjo grde.

  4. Rafael
    Postado em 08/02/2011 às 08:56 | Permalink

    Hoje li o material que você me enviou sobre o Dr Wang. É uma visão muito boa. Vou comprar o livro dele. Fui pesquisar mais coisas sobre ele e achei teu blog. Muito legal cara! Parabéns! Grande abraço.

Comente

Seu email NÃO será compartilhado. Campos obrigatórios *