Acupuntura no tratamento da dor

Acupuntura no Tratamento da DorAquele que nunca sentiu nenhuma dorzinha muscular que atire a primeira pedra. Seja ela de baixa intensidade ou intensa, todos nós já sofremos desse mal.

Muitas vezes a resposta encontrada é angustiante. Passado o exame clínico, raio x e o resultado: “você não tem nada”. O que em tese deveria ser bom, ou seja, não ter encontrado nada, leva a outras duas perguntas: “se não tenho nada, por que estou sentindo essa dor? ” e “como faço para acabar com ela?”. Apesar da medicação muitas vezes o desconforto continua e muitas vezes e conseguimos conviver com a dor, mas às custas de uma boa qualidade de vida, alterações no sono e de humor. Isso afeta o convívio com familiares, com colegas de trabalho, que nem sempre compreendem o processo no qual se encontra o paciente, já que ” se ele não tem nada, está apenas querendo chamar a atenção”. Sabemos não é bem assim. Apesar de nada ter sido descoberto no exame clínico ou no exame de imagem, desequilíbrios musculares e posturais e dores miofasciais são causas comuns de queixas álgicas. O fato de não ter sido encontrada a sua origem, não significa que a dor não esteja presente.

No tratamento da dor, tanto com causa definida ou não, a Acupuntura tem papel de destaque. Possui bastante eficácia, já trazendo alívio logo nas primeiras sessões e têm mecanismo de ação bem definido, conforme será descrito abaixo. Suas vantagens vão desde a cura permanente até a diminuição do uso de medicamentos, a rapidez dos resultados e ausência de efeitos colaterais. Ao ser associada à massagem, seu efeito se potencializa, trazendo benefícios ainda maiores.

De acordo com o Acupuncture: Review And Analysis Of Reports On Controlled Clinical Trials organizado pela OMS, a proporção de dor crônica aliviada pela Acupuntura é geralmente na faixa de 55-95%, resultado mais favorável que drogas potentes (a morfina ajuda em até 70% dos casos).

Para a OMS, devido aos efeitos colaterais de terapias medicamentosas para dor por longos períodos e o grande risco de dependência, a analgesia pela Acupuntura pode ser considerada a terapia de escolha para o tratamento de várias condições dolorosas crônicas.

Para cefaléias tensionais, enxaqueca e outros tipos de dor de cabeça relacionada à várias causas, a Acupuntura se mostrou mais eficaz em estudos que a terapia convencional, que a Acupuntura falsa ou estimulação transcutânea nervosa falsa.

O estudo ainda prossegue e diz: ” Condições dolorosas crônicas do sistema locomotor acompanhadas de restrições de movimentos articulares são frequentemente tratáveis com acupuntura se a intervenção cirúrgica não se fizer necessária. A Acupuntura não apenas alivia a dor, mas também reduz o espasmo múscular promovendo aumento na movimentação”. Isso demonstra a boa eficácia da Acupuntura no tratamento de dores musculares, dores na coluna e nas articulações.

Com relação à artrite reumatóide, uma doença auto-imune sistêmica, a Acupuntura promove grande alívio das dores. Suas ações anti-inflamatórias e de regulação do sistema de imunidade também é benéfica.

A acupuntura também pode ser utilizada em cólicas biliares e renais e além de seu efeito analgésico se destaca seu efeito anti-espasmódico.  A acupuntura é eficaz para aliviar cólicas abdominais, tanto em gastroenterite aguda como em espasmos gastrointestinais.

Tire suas dúvidas ou marque já sua sessão aqui.

Comente

Seu email NÃO será compartilhado. Campos obrigatórios *